quarta-feira, novembro 18, 2009

Fotossintese do tempo perdido

Conforme um artigo publicado, hoje, no jornal Público, o Professor António Sampaio da Nóvoa referiu, sobre o Contrato de Confiança, já mencionado neste blog, o seguinte: "O contrato de confiança que desejamos há-de constituir também uma nova respiração, um novo sopro de vida para as universidades", sublinhou, num discurso que começou com um aviso: "Precisamos de oxigénio".

Que esperança Senhor Reitor!!! É que, saberá muito melhor que todos nós que, quando consumimos energias e recursos para a simples combustão do tempo que passa, não é costume que a atmosfera final da reacção tenha sequer vestígios de oxigénio! ASFIXIAMOS!
Então, se circularmos por perto de alguns meios, o ambiente fica muito mais para obediência à ordem:
NÃO SE MEXA! NÃO RESPIRE!
Sei, por experiência própria, que não é o fumo de cigarro por mais de 28 anos que origina Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC), há muitas outras opções e, também, atitudes de pessoas que nos produzem o mesmíssimo efeito!
Quem é que andou a falar em asfixias, num destes dias?

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial