quinta-feira, novembro 12, 2009

Aplausos de um Fã-Clube

Não há dúvida que os Contratos de Confiança conquistaram adeptos.
Ainda o (actual) MCTES não fez absolutamente nada (e ainda bem, porque a sua melhor prestação, para meu gosto, é quando está bem calado e quietinho), nem sequer explicou a metodologia que pretende seguir, e já há fãs que o aplaudem, alguns entusiasticamente:
Claro que, na primeira fila dos aplausos entusiasmados, aparece sempre aquele senhor presidente do CCISP, e que diz que representa o subsistema politécnico*. Espero que o o Senhor Ministro saiba retribuir, essa permanente devoção, grata e condignamente, a este elo da sua cadeia decisória.
A minha interpretação pessoal é que andam a adicionar uma "coisa qualquer" na água da rede pública do abastecimento das "Laranjeiras"...
_______________
* esclareço que há, realmente, alguns seguidores da representatividade do CCISP que, sem precisarem de grandes explicações comungam, convictamente, desse arrevesado, enviesado e inexplicável pensamento.

1 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

A PIADA DO MOMENTO EM PORTUGAL...

Um grande empresário português marca uma audiência com José Sócrates, na Residência Oficial do Primeiro-Ministro.
Enquanto aguarda, encontra Armando Vara que o recebe com muitos abraços.
Quando é recebido pelo Primeiro-Ministro, sente falta da carteira e resolve abordar o assunto com o PM:
- Não sei como lhe hei-de dizer, Senhor Primeiro-Ministro, mas a minha carteira acabou de desaparecer!
E continuou:
- Tenho a certeza de que estava com ela ao entrar na sala de espera. Tive o cuidado de a guardar bem, após apresentar o BI ao segurança. Não quero fazer nenhuma insinuação, mas a única pessoa com quem estivedepois disso foi o Dr. Armando Vara, que está aqui na sala de espera ao lado.
O Primeiro-Ministro retira-se do gabinete. Pouco tempo depois, regressa com a carteira na mão.
Reconhecendo a sua carteira, o empresário comenta:
- Espero não ter causado nenhum problema pessoal entre o Senhor Primeiro-Ministro e o Dr. Armando Vara .
Ao que José Sócrates responde:
- Não se preocupe! Ele nem percebeu!...

quinta nov 12, 03:49:00 da tarde 2009  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial