quinta-feira, outubro 05, 2006

Os Círculos de Villarceau

A figura, à esquerda, mostra-nos uma interessante interpretação de Olav Kristensen sobre "Os Círculos de Villarceau"- os Círculos de Villarceau são sólidos com uma geometria tal, que quando cortados por um qualquer plano arbitrário, resulta sempre num par de cortes perfeitamente circulares - isto é corta-se daqui, mexe-se dali, muda-se tudo, mas se e quando resulta bem o resultado é o mesmo - círculos.
Não sei porquê, mas a mim parece-me também
que a nossa educação terciária é um círculo de Villarceau, revira-se o sistema e os subsistemas, mas continua tudo cada vez... mais cada vez, e não se percebem bem os objectivos de tanta andança ou "falança" - até porque andamos sempre em círculos.
O Processo de Bolonha, por exemplo, não foi acautelado! Já não é novidade que foram legalizados alguns cursos com a lusa implementação do processo cursos que não cumprem os requisitos do Processo - ex. Mestrados Integrados. Digo isto, porque a Declaração que, hipoteticamente o rege diz, textualmente, o seguinte:
The Bologna Declaration of 19 June 1999 involves six actions relating to:
"- a system of academic grades which are easy to read and compare, including the introduction of the diploma supplement (designed to improve international "transparency" and facilitate academic and professional recognition of qualifications);
- a system essentially based on two cycles : a first cycle geared to the employment market and lasting at least three years and a second cycle (Master) conditional upon the completion of the first cycle;
- a system of accumulation and transfer of credits (of the ECTS type already used successfully under Socrates-Erasmus); mobility of students, teachers and researchers; cooperation with regard to quality assurance; the European dimension of higher education."
Ou seja, houve instituições a que esta aberração dos mestrados ditos "integrados" foram devidamente "autorizados" (leia-se com financiamento legitimado para os dois ciclos) com base na nossa legislação que imperceptivelmente os viabilizou. Outros, porém, não foram aprovados, exactamente, com base na mesma lei e com igual detalhe explicativo.
Bom, pelo menos, garantiu-se absoluta equidade! Não há cá explicações para ninguém!
*************
Dizem que quem come carne de pavão consegue adivinhar.
Já coloquei uns ovos para chocar, e venderei barato os "pintos" de pavão a quem precisar - é um negócio garantido - a partir destas políticas, os resultados antecipam-se apenas por adivinhação! Clientes terei muitos com certeza, especialmente, no resto da Europa!
____________
Ah! E esqueci-me de lhes dizer que, pelas portarias de registo de adequação e de criação de novos cursos, não consegui perceber como se distinguem as formatações das formações pré e pós - transformação para adaptação ao espaço europeu de ensino superior - só se desconfia um bocado, porque se desatou a chamar de licenciaturas a formações de 3 anos... e que as "áreas «científicas» são deveras criativas".
E os ... os meus pavões que não saem do ovo.... nem sob hipnotismo.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial