quinta-feira, agosto 13, 2009

Inspecionando a instrumentação de bordo

De repente, estou com umas duvidazitas:
- o novo estatuto de carreira do ensino superior politécnico já foi promulgado e publicado em Diário da República?
- se foi aprovado e publicado esse tal novo estatuto, o documento final não se tratou daquela versão que dá liberdade às instituições politécnicas para regulamentarem o que muito bem lhes der na telha, nesta matéria?
- se não foi ainda publicado o tal novo estatuto, qual é o problema da admissão na carreira politécnica ser feita por concurso público? A meu ver, será melhor que as condições de recrutamento de pessoal sejam sempre do domínio público. Pensa o MCTES que deve paralisar as instituições enquanto não se desembrulha, como deve ser, a legislação FUTURA pertinente à carreira do subsistema politécnico?
- e, também, se foi já publicado (quando e onde?) o novo estatuto, qual é o problema das instituições fazerem exactamente o que lhes convém em matéria de regulamentação dos critérios para recrutamento de pessoal docente? Não foi esta a ideia peregrina daquele documento que os «sindicatos do ensino superior subscreveram com o MCTES", com o pretenso objecto de proporcionar uma «diversificação» de condições e de «perfis» para o acesso à referida carreira?
- a propósito também, já se sabe o que é que vem a ser isto de "um especialista"?
Estou a referir-me ao seguinte entendimento do conceito de "especialista": 'Segundo o "novo" Estatuto da Carreira docente os professores terão de aceder aos "quadros" através de concurso público, mesmo que estejam na instituição há anos, e ter no mínimo o doutoramento ou "equiparação a especialista", entre outras regras'. (o texto em itálico não é meu mas as aspas, que aí pendurei, são).

Estaremos nós perante mais um daqueles nossos famosos casos de que se deve ser preso por se ter ou por não se ter cão, enquanto, não se fizer, exactamente,
«o que EU (salvo seja) acho que vou querer»?

2 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

NÃO FOI PUBLICADO NO DR.

quinta ago 13, 10:50:00 da tarde 2009  
Blogger Regina Nabais disse...

Obrigada. Bem me parecia.
Foi por isso, que eu não percebi o artigo de hoje no Público: Ensino Superior: Ministério averigua legalidade de concursos para...

quinta ago 13, 10:58:00 da tarde 2009  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial