terça-feira, maio 26, 2009

Consequências equestres

Todos nós já, uma vez ou outra, caímos do cavalo com tiradas que nem sempre são felizes - pessoalmente, se estiver para aí virada, até consigo tirar fogo da calçada com o rampão da ferradura - por isso, não liguei nada quando no dia 18 de Maio, de 2009 (e seguintes), corria pela blogosfera, e também noutras publicações, alguma consternação por causa de uma frase "solta" (há várias, e no mesmo contexto), e considerada pouco conseguida -- proferida pelo Senhor Ministro Mariano Gago durante a inauguração da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Castelo Branco -- sobre qualquer coisa, tal como, os docentes do politécnico não deverem aceitar nunca entrar pela porta do cavalo (Diário Digital/Lusa).

Pois muito bem, contas feitas, a dita frase converteu-se até numa saída muito feliz porque, no dia 20 de Maio, deu origem a um novo blog penso que colectivo e que, nestes primeiros posts, pelo menos, se vem dedicando ao ensino politécnico, com o sugestivo e engraçado nome de: PORTA DO CAVALO.
Pouca gente passa por este meu blog, mas deixo-lhe aqui um registo de Boas-Vindas e que se mantenha firme a divulgar e a ajudar a pensar no verdadeiro "parto de égua"
em que se estão a transformar os estatutos de carreiras do ensino superior, cá no nosso burgo (isto quer só dizer que todo o procedimento dos estatutos de carreira está a ser demasiado demorado, excessivamente complicado e bastante perigoso).

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial