sábado, março 10, 2007

Refracção

Dois bloggers temáticos sobre o ensino superior português demonstram-nos hoje, de forma muito distinta, que, felizmente, existem entre nós pessoas com pensamento integrativo, quando tratam de questões de educação nacional - são eles:
.
1º - J. Cadima Ribeiro, do Blog Universidade Alternativa, que nos divulgou o endereço de uma petição online "Em defesa do Sistema de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências" - RVCC (http://www.PetitionOnline.com/rvcc/), com o objectivo de se requererem medidas que reforcem a credibilização das aprendizagens não formais, tão importantes em Portugal.

2º - Alexandre do Blog Co-Labor, cujo post Reforçar o sistema binário de forma inequívoca... pois é! não é? ( datado de 7 de Março de 2007) e o seu comentário num post, de ontem, do blog POLIKÊ?, revelam que detem fortes preocupações, e pensa, com muito interesse, na educação em geral, muito para lá do subsistema que integra.
Por causa do seu comentário, gastei hoje (e fiz gastar) duas horas à procura de uma publicação de 1994: "Construir vantagens competitivas de Portugal", orientada por Michael Porter e que, para os nossos bem e/ou mal, ainda manifesta total actualidade.
Como Alexandre mesmo nos pontuou, passaram-se quinze anos, mas seremos obrigados a fazer o tempo voltar para trás, e também nos relembra Mira Amaral, o nosso único governante que até hoje tivemos, dotado de experiência pessoal efectiva, como verdadeiro empresário. Talvez por isso mesmo, quando foi ministro, tenha conseguido, à época, mobilizar 47 entidades, das quais uma larga maioria de empresas eram efectivamente privadas, em torno do Desenvolvimento Sustentável, de Portugal.
E depois?
Depois, o que é que nos aconteceu? Encantámos?

O Alexandre, posteriormente, esclareceu, por mail, que lhe faltou salientar, no seu comentário, o Parque Tecnológico Mondragon, passando assim a Rede que descreveu a integrar 4 (quatro) Parques Tecnológicos e não apenas três, como o comentário refere.
_____________________

A educação de um país ou região não é uma soma de questões isoladas, antes porém, é um Problema Complexo, por isso não nos será resolúvel com soluções avulsas; então fazem-nos muita falta, em Portugal, pessoas com pensamento holístico, em detrimento das outras ,"embigadas", com ideias atomizadas, e reduzidas a estreitas bandas de visão periférica, que querem à força segmentalizar a política geral da necessária resolução estratégica.

Termino "o post" de hoje com uma citação de Fernando Pessoa, constante na contra-capa da publicação acima mencionada: "E outra vez conquistemos a Distância - Do mar ou outra, mas que seja nossa!"

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial