quarta-feira, junho 27, 2007

Precisão e atenção

Sou "anarquista, graças a Deus" não me identifico nadinha com democracias representativas, mas valorizo sempre o rigor e disciplina no tratamento de quaisquer questões ou assuntos; bem nos basta que, mesmo que com o recurso a todo o planeamento, rigor, respeito, disciplina e cooperação, por vezes, as coisas não corram de feição.
Ontem, a propósito do RJIES e, tal como aqui tinha anunciado efectuei a minha primeira ronda de contactos sobre o assunto, enviei por email, a todos os Grupos Parlamentares da nossa Assembleia da República, um conjunto de reflexões pessoais - sobre o TEMA RJIES. Estas valem o que valem mas como cidadã, tenho deveres e direitos cívicos, e a expressão de dúvidas, ou mesmo de críticas, sobre uma qualquer proposta de lei é um direito cívico de que não abdico.
.
Entretanto, parece que só o Partido Comunista costuma reagir, formalmente, a um(a) qualquer cidadão(ã) que o contacte. Registou os reparos, num processo, e informou-me da sequência que lhe deu. Fica-lhe muito bem o cumprimento das suas obrigações - demonstra genuíno respeito e rigor de trato a quem se lhes possa dirigir - e, só por isso, também aqui lhe registo os meus sinceros parabéns!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial