domingo, maio 20, 2007

Gastronomia molecular - nova coreografia de velhas magias culinárias

Tal como a minha colectânea de cachorros lá de casa sei que, sempre que entro em infracção às regras elementares de convivência é certo e sabido, me obrigarei a andar por uns tempos cosida às paredes, para evitar represálias; é o caso deste post - mais um politicamente INCORRECTO. Ora vejam lá, o que me aconteceu:

Por um acaso absolutamente fortuito, estes dias, participei uma vez mais de uma animada conversa-discussão com um interessado e interessantíssimo punhado de alunos finalistas de uma escola secundária do país. Discorríamos, então, todos nós sobre a realização prática de aplicações possíveis da biotecnologia, para eles se prestarem à avaliação final (com muito boa nota), dos trabalhos pertinentes a uma disciplina que eles chamam de "Projecto" - organizar um Dia (inteiro) dedicado à Biotecnologia - trabalho este que constou já de várias etapas, que eles vêm ultrapassando com galhardia e forte empenho, desde o início deste ano lectivo, das quais fizeram já parte a organização e logística de diversas palestras, apresentações, relatórios, etc., etc.
Devo acrescentar, que esses alunos sempre se entusiasmaram, mas muito especialmente, por temas que incluíram diversas aplicações, nomeadamente, o Bioterrorismo... mas, enquanto a coisa foi andando Teóricamente, tudo correu muitíssimo bem... Mas, práticas de Biotecnologia, em Bioterrorismo?!!! Valha-me Deus.!.... Eles ainda não tinham idade para isso e eu confesso já que, se tinha até muito boa idade, vítimas potenciais e até móbil, não tinha vagar.

Só se -- sugeriu-me uma jovem e brilhante docente do subsistema politécnico -- eles desenvolvessem, por exemplo, trabalhos práticos de Gastronomia Molecular, porque têm a vantagem de ser muito divertidos, rápidos, apelativos e educativos, para além do mais, se alguns deles se vierem a interessar verdadeiramente pelo tema, pode uma acção como esta, ser uma semente para um negócio lucrativo... Já ouviu falar concerteza, acrescentou ela, dos trabalhos de Nicholas Kurt de Oxford e de Hervé This (Instituto Nacional francês para Pesquisa Agronómica) e dos famosos restaurantes The The Fat Duck (Heston Blumenthal), o Alinea (Grant Achatz) e o el Bulli (Ferran Àdria).... e levou os referidos alunos com ela (benza-a Deus), para lhes mostrar os vídeos, fazer-lhes umas duas demonstrações e passar-lhes, para um mp3, os protocolos dos "trabalhos práticos" que eles poderiam realizar....só pode ser um dos meus múltiplos pecados sujeitos a pena capital, mas não conhecia nada de "cozinha teórica"... e, se algém me tinha falado nisto antes, o que é o mais certo, não dei nenhuma importância, e tinha-me já esquecido.


Resultados PRÁTICOS deste episódio:
Quando este grupo de alunos voltou para falar comigo (3 horas depois), asseguro-lhes que se pareciam fenotipicamente com os mesmos de antes, eram seguramente já outros:
1 - Os garotos vibraram com a ideia da tal Gastronomia Molecular e, graças aos céus, esqueceram-se dos Clostridium, Anthrax, Ébolas, Yersinias, do fabrico artesanal de dardozinhos com curare, etc., etc.....
2 - Já só falavam em inofensivos "agentes esferizantes" (cloreto de cálcio e alginato de sódio) para produzirem eles mesmos "os caviares" (salvo seja) de melão, de pepino, de tinta de chocos e de café, e falavam com muito àvontade em "gelatinização", e em cinéticas enzimáticas de ananases, e dos efeitos da capseisina na gelificação.
3 - Pediram-me para lhes "desbloquear na faixa" uma Garrafa de azoto líquido (dewer), para eles mesmos poderem "fabricar sorvete-SIMPLEX=na hora" para os colegas e professores, porque estes iriam adorar, o que contribuiria para lhes darem a eles a tal boa nota.
4 - A jovem docente, que lhes falou e demonstrou estas ideias, passou à categoria de heroina da tarde e de TODA a BIOTECNOLOGIA.
5 - E, eu percebi lindamente porque é que o MCTES quer, porque quer, incluir o Projecto Ciência e Vida nas transações orçamentais para o desenvolvimento da inovação, no país e também nos protocolos internacionais e também porque é que são, preferencialmente, financiadas iniciativas tão velhas como estas "inovações".
6 - Percebi também o poderoso efeito das vozes de criptas, nos nossos antepassados, de como se podem ganhar, em duas penadas, um monte de alunos e, sobretudo, como a ingenuidade ainda é o infalível motor de desenvolvimento (nacional e internacionalmente - ora espreitem os exemplos nas referências ).
7- E, até a cerveja geladinha, sem álcool com sabor de garrafa, mal lavada, suja de polpa de pêssego começou, para mim, a fazer todo o sentido.
8- Valeu, para mim, que sou fanática extreme de "jaquinzinhos e iscas com elas", esta lição de reeducação. Não há dúvida que a Gastronomia Molecular é uma actividade de baixo custo em matéria prima e em consumo de mão de obra incorporada, mas de elevadíssimo valor acrescentado. Tal e qual!
_____________
REFERÊNCIAS (que penso que são)INTERESSANTES:

2 Comentários:

Blogger Regina Nabais disse...

A censura anda hoje de tal forma, que até eu já inviabilizo, arbitrariamente, comentários neste blog.
Vejam aqui em baixo, o que aconteceu ao autor do Co-Labor. Desculpe-me Alexandre, inadvertidamente, e por simpatia, resolvi inadvertidamente cortar, sem ser a azul "o pio" aos comentadores deste post, já voltei a disponibilizar, e aqui vai uma cópia o seu comentário a este post:

______
""
«Goste-se ou não se goste; concorde-se ou não; o que fica
é esta delícia de ter no Polikê coisas dos outros mundos,
que não sabemos, que não conhecemos, que nunca ouvimos
falar e como dizia a Sofia poeta:
Vemos, ouvimos e lemos, não podemos ignorar.»

1 abr

Alexandre Sousa

Nota: Não encontrei o nicho do comment""

segunda mai 21, 10:06:00 da manhã 2007  
Blogger Regina Nabais disse...

Um abraço Alexandre e um obrigada permanente pela sua visita, mesmo quando não goste ou que discorde; muito mal andará o mundo no dia em que todos concordarmos com tudo.

segunda mai 21, 06:41:00 da tarde 2007  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial