quinta-feira, abril 12, 2007

Vamos fazer uma barrela às nossas "gralhas" até ficarem brancas?

Ora pois, muito bem, grandes notícias, depois de ontem, quase nos podemos conciliar todos e uns com os outros!
Sintetizando:
Provavelmente, só eu e apenas mais cerca de outros 10.499.999 Portugueses recebemos, por mail, um "convite", subscrito por estratosféricas esferas, para participar numa sessão pública da Ciência em Portugal - Ciência 2007. Encontro com os Laboratórios Associados, como me pedem textualmente e com muita consideração, para divulgar o evento (não se vá concretizar a impossibilidade absoluta de existir alguém ainda mais despassarado que eu mesma), emocionadamente, estou a divulgar o acontecimento aos meus caros e raros leitores!
Resolvi ir conferir a evolução geral no sector:
1 - À data de apresentação do Plano Tecnológico (lembram-se? - se se lembrarem, têm memórias notáveis, parabéns!), tínhamos 121 centros; actualmente, já vamos em 125.
2 - Atingimos em 31 de Dezembro de 2006, e nestes Laboratórios, a colaboração de 5889 investigadores e 2508 Doutorados, que representam acréscimos de novos postos de trabalho científicos, de 41 e 43 %, respectivamente; pelas minhas contas, os custos destes centros, só em pessoal subiram em um ano, no mínimo, de 50 milhões de Euros anuais. Os custos públicos adicionais em dinheiro são poucos, mas também a descrição oficial das actuais mais valias da maioria desses mesmos Laboratórios é muitíssimo vaga.
3 - Não devo ter prestado atenção suficiente, mas estimo em mais de meia dúzia de laboratórios, dedicados, é claro, às nanotecnologias, estas aplicadas a tudo!!!!
Descontando, assim, eventuais "gralhas" melhorámos muitíssimo, a organização do sistema!

Falando em "gralhas", fiquei muito contente que o Senhor Primeiro Ministro tenha esclarecido o povo todo, porque (penso) que 5, dos seus 7,5 anos da sua carreira académica, se tenha passado no subsistema politécnico. Poderá isto ser apenas e só mais uma gralha*?
Não é extraordinário?
Nem imaginam como fiquei "babadíssima" com esta surpreendente e "bombástica" revelação; durante muitos anos foi um segredo muito bem guardado, não acham? E logo o subsistema a precisar tanto de lhe serem reconhecidas competências educativas. Se soubessemos disto, com alguma antecedência, a informação era um argumento de negociação. Vejam bem, que este senhor é frequentemente elogiado por cabeçalhos de toda a comunicação social Europeia.
.
..
(*Em off: Digam-me que sim! Por favor, digam-me que sim!)
Não pensem coisas, tenho VERDADEIRA ADMIRAÇÃO por Gralhas-Gralhas, porque estas sim, são bicharocos espertíssimos! e inovadores, como precisaríamos todos de ser!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial