terça-feira, janeiro 29, 2008

Iliteracia básica?

Fonte da imagem: aqui

_______________
Hoje, no Jornal Público, João Pedro Pereira assina um artigo de conteúdo alarmante intitulado: "Universidades concentram-se nas competências tecnológicas". "Empresas de tecnologia com falta de profissionais que saibam escrever", pelo qual descreve, sumariamente, alguns extractos de um estudo realizado pela Associação Nacional de Empresas de Tecnologia de Informação e Electrónica (ANETIE).


Pelos vistos, "as instituições de ensino falham em oferecer formação naquilo a que o estudo chama "soft skills": domínio da língua, técnicas de marketing e negociação ou pensamento crítico, por exemplo."
.....
Para finalizar, diz-se no artigo: O responsável criticou, contudo, as instituições de ensino que não oferecem uma formação adequada durante o primeiro ciclo de ensino e que procuram fazer com que os alunos se vejam forçados a enveredar pelo mestrado.

Fernando Fernández (alguém da ANETIE) acrescentou ainda haver "pessoas que saem de boas universidades sem saber fazer nada de prático".
.....
Se corresponder à realidade, é bastante preocupante, tanto mais que não sei se, entre nós, na generalidade das instituições de educação superior, apenas torcemos questões importantíssimas de Bolonha, ou se o Processo correspondente foi, simplesmente, amarrotado....

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial